quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Introdução ao Eneagrama

Imagine um guerreiro chamado de “Herói” antigo que treinou desde seus 7 anos de idade para lutar com espadas.
Aos 21 anos de idade, esse guerreiro é imbatível na luta! Seus adversários caem um após o outro.
Os inimigos o respeitam, observam sua habilidade e treinam para enfrentá-lo.
Até que começam a notar suas fraquezas. Ele é finalmente morto dentro de uma carruagem. Lá ele não podia usar sua espada!
Esse guerreiro foi excelente, como não podia deixar de ser, na habilidade com a espada.
Era tão bom que nem precisava treinar muito com outras armas brancas como flechas, arcos etc. Teve muito sucesso com sua especialização.
Habituou-se tanto que hoje tem uma perigosa tendência de escolher sempre a espada.
 
Este Herói pode ser você!
 
Há um pouco dele em cada um de nós. Desde os 7 anos de idade treinamos alguma maneira de sermos aceitos e conseguir o que queremos dos outros, do "mundo".
Nos especializamos com uma espada.Sabemos usar outras "armas", porém sempre temos tendência a escolher aquela com a qual nos sentimos mais seguros, principalmente em situações críticas.
Assim, uma pessoa pode decidir "treinar-se" no uso da "verdade" que ela reconhece e sempre buscará a verdade, esclarecer e deixar as coisas "transparentes".
Isso funcionou na família, e continuou funcionando na escola e com os amigos. Ela passou a ser respeitada e conseguiu vencer.
Isso é bom e importante. Acontece que esta é a única habilidade que ela resolveu desenvolver. Um dia ela descobre que a verdade é relativa.
Depende do contexto, da situação no tempo e no espaço; como parece ter dito Ghandi:"Sou coerente com a verdade e, como a verdade muda, reservo-me o direito de ser incoerente". Neste momento essa pessoa começa a ficar insegura, não sabe lidar com aquilo que considera mentira, ou ausência de “verdade”.
Essa metáfora nos ajuda muito na compreensão do que um conhecimento, chamado Eneagrama, pode nos ensinar.
O Eneagrama pode nos ajudar muito a descobrir qual foi a "habilidade" que decidimos desenvolver para lidar com a vida.
Essas habilidades acabaram se tornando compulsões de comportamento, maneiras "mecânicas" e limitadas de encarar o mundo e os relacionamentos.
As idéias são tão antigas que já foram abordadas pela maioria das grandes religiões.
As habilidades que escolhemos relacionam-se diretamente com paixões humanas bem conhecidas e divulgadas, às vezes até deturpadas, ao longo do tempo.
Segundo o Eneagrama, existem 9 (do Grego: Enea = nove; grammos= traço, ponto, figura) paixões ou fixações. Temos todos um pouco de cada uma delas, dependendo da situação. Porém, cada um de nós escolheu e desenvolveu uma delas como "espada".
Inicialmente foi uma virtude que escolhemos para conseguirmos ser amados e aceitos. Com a compulsão no uso, nasceu um lado negativo, vicioso, que acabou levando a personalidade à um Defeito. Como a referência a esse resultado negativo é mais comum, talvez até por serem tradicionalmente conhecidos, eles estão listados abaixo.
Simplificando, cada um corresponde a um tipo de personalidade ("ego", "fixação do ego ou defeito"). Por exemplo, a paixão do E1 (tipo 1 do Eneagrama) é a perfeição que, por não ser possível, gera resentimento ou raiva (ira). É importante notar que em cada caso, a "contra-paixão", se equilibrada, é natural. Assim, a raiva, em si, é natural, porém a raiva constante e reprimida gera frustração consigo mesmo e com o mundo.
 
IRA - Ela nasce da busca da perfeição. Ficamos com raiva por tudo não ser perfeito. Buscamos a perfeição em nós e nos outros como o bem maior. Assim, o E1 é minucioso, cuidadoso e crítico.
 
ORGULHO - Ele nasce do esquecimento das nossas necessidades. Queremos ajudar, ser bons, não precisamos de nada. Não sabemos nem pedir. O E2 é prestativo, compreensivo e paciente em aguardar o sucesso.
 
VAIDADE - Nasce do desejo de sermos admirados pelo que fazemos. Nem sabemos quem somos, sentimos que os outros só nos amam se temos sucesso. O E3 é a imagem do sucesso, e demonstra.
 
INVEJA - Nasce porque percebemos a beleza nas outras pessoas e não conseguimos perceber a nossa. Somos sensíveis, profundos e invejamos a "beleza" dos outros. O E4 é "diferente", vive no passado.
 
AVAREZA - Nasce porque temos medo de perder o que temos e ficarmos vazios. O que temos é precioso; conhecimento, afeição, não só dinheiro. O E5 é solitário, estudioso, técnico e observador.
 
MEDO - Nasce porque percebemos o mundo como um lugar cheio de perigos e de conspirações. Se não nos dizem algo, deve ser porque tem algo que pode nos ameaçar. O E6 é desconfiado, leal e vigilante.
 
GULA - Nasce do medo da "abundância" acabar. Como somos especiais, merecemos mais de tudo que é bom. A comida é o item mais mal interpretado neste caso. O E7 é genial, é o máximo!
 
LUXÚRIA - Nasce da nossa necessidade de adrenalina. Queremos ser notados, respeitados. Queremos controlar tudo e todos. O E8 é confrontador, defende os fracos, vê as pessoas como alvos.
 
ACÉDIA (INDOLÊNCIA) - Nasce de nos sentirmos completos. Se estivermos em harmonia com o universo sempre alguém cuidará de nós. O E9 é mediador, evita confrontos, todo mundo se preocupa demais!
 
Mas afinal, o que é o Eneagrama? Impossível saber sem vivenciá-lo.
 
Resumindo, é um sistema de análise de comportamento que nos leva a uma profunda percepção sobre o ser humano.
O símbolo parece ter origens muito antigas e sua interpretação ter sido sigilosa por muito tempo. Diversos autores que o estudaram situam sua origem mais ou menos a 3.500 atrás.
O Eneagrama tem em comum com as outras tipologias a "simplificação" do comportamento humano, compartimentando-o a um limitado número de tipos similares.
Algumas pessoas dizem que não podemos “rotular” os seres humanos.
Penso que outra maneira de lidar com isso seria aceitar que já estamos "rotulados" e o Eneagrama nos ajuda a enxergar e entender nosso “rótulo” para podermos sair dele!
De dentro, esse rótulo é bem diferente do que quando visto de fora!Mesmo com intenções positivas, é muito fácil utilizarmos mal uma ferramenta como esta no ambiente empresarial.
É grande a tendência para usá-la como um tipo de "pacote" pronto.
Escolho um E8 porque ele é duro nas negociações.
Só vou contratar E7 e E3 para vendas. Não, o Eneagrama não pode levar em consideração todas as nuances relacionadas aos talentos, habilidades, inteligência e simpatia que usamos para nos relacionar com os outros.
Precisamos evitar perceber as pessoas como esteriótipos do seu número no Eneagrama.
Aliás, o nível da compulsão varia muito.Então porque deveriam os executivos e os funcionários entender os tipos do Eneagrama?
Nas empresas, a vantagem competitiva do Eneagrama reside em saber como você e seus colegas de trabalho pensam, sentem e classificam as informações relacionadas ao seu trabalho.
Apesar de um E-tipo não ser melhor que o outro, cada um vê o trabalho através da sua lente perceptiva.
Antecipar o processo de tomada de decisões das pessoas de uma equipe pode ser um fantástico fator de coesão.Elas saberem mais sobre suas motivações também!
 
Além disso, como entender o profundo respeito que um E1 tem por você quando decide criticá-lo?
 
Você poderia ficar até mais receptivo para suas críticas! Como perceber, sem conhecer a lente perceptiva de um E6, que duvidar de si mesmo e dos outros é uma maneira de firmar compromissos?
 
O Eneagrama já foi usado, e provavelmente continue sendo, por empresas como Boeing, Motorola, VLSI Technology etc, para treinamento de seus executivos. No Brasil, sócios e executivos de várias empresas o utilizam, das que tenho conhecimento, as maiores são a Amil e o Banco do Brasil.
As informações sobre sua utilização não são tão populares, na minha opinião, pela seriedade e comprometimento com que essas empresas o estão utilizando.Nos Estados Unidos, várias universidades ministram cursos sobre o Eneagrama. Entre elas podemos citar: Loyola University, Chicago, Illinois; Stanford University, Palo Alto, California; University of North Florida, Jacksonville.
Uma última palavra pode também explicar a não popularidade do Eneagrama. Não é uma ferramenta para os outros usarem para nós, é uma ferramenta que só nós mesmos poderemos usar.
 
Ninguém, com experiência, vai "fazer" o Eneagrama de ninguém.
 
Não se faz um Eneagrama! É um trabalho pessoal e intransferível. Os testes e as pessoas que o estudam, podem apenas ajudar e orientar na busca.
A percepção e os benefícios de entender melhor os outros, de melhorar suas habilidades de comunicação, de negociação e de motivar pessoas, só ocorrem quando você trabalha para perceber e conhecer a si mesmo!
Se desejar se aprofundar no assunto aproveite a promoção e adquira agora mesmo este e-book e áudio-book com cada um dos tipos de personalidade eneagramatica.
 
Eneagrama Ponto a Ponto -Idemar Bueno

ENEAGRAMA PONTO A PONTO

DE R$ 28,00

POR APENAS R$ 18,00 


SIM, quero aproveitar esta oferta Especial do E-Book e audio Book  "Eneagrama Ponto a Ponto" pelo preço promocional de R$18,00  e receber GRATIS o BRINDE  especial "Como sou reconhecido(a) pela Sociedade"(Teste de Auto Reconhecimento).
  
 
 
                                                   



Você poderá efetuar sua compra agora mesmo com 100% de segurança mesmo que seja madrugada. O pagamento é intermediado através do MOIP, um site do IG.  Assim que seu pagamento for aprovado pelo MOIP você receberá um Email para Baixar o e-book "Eneagrama ponto a ponto". Fique atento em sua caixa de e-mail assim que seu pagamento for autorizado pelo MOIP. Neste Email existe o link para baixar o e-book.

Para os europeus podem efetuar sua compra através do paypal, também pelo preço promocional abaixo...


ENEAGRAMA PONTO A PONTO

DE € 18,00

POR APENAS  € 8,00 


                                     
                                                  



Um Presente para VOCÊ


"UMA AULA GRÁTIS PARA VOCÊ OUVIR COM EXCLUSIVIDADE"